A importância de ler os rótulos dos cosméticos

Você tem o hábito de ler os rótulos das embalagens dos cosméticos? Os rótulos estão nas embalagens dos produtos e não é à toa! Além de despertar o interesse do consumidor, a sua principal função é informar sobre as características e propriedades do produto que estamos prestes a consumir. Se a sua resposta foi não, tome cuidado e sempre desconfie. Ler a composição é fundamental para não cair em roubada.

Os órgão reguladores determinam que a ordem dos ingredientes, que aparecem na composição do produto, deve seguir o grau de concentração da substância na fórmula. Os primeiros ingredientes que aparecem são os em maior quantidade. Os últimos, os menos abundantes.

Nomenclatura

A maioria das pessoas que começam a ler o rótulo do produto desiste logo na primeira linha. São letras pequenas e palavras que confundem a leitura principalmente por serem desconhecidas. As pessoas se confundem, pois acham que os componentes estão escritos somente em inglês, o que não é verdade. A nomenclatura utilizada é baseada no INCI Name (International Nomenclature of Cosmetic Ingredients), um sistema que nomeia os ingredientes, permitindo que sejam lidos e reconhecidos internacionalmente.

O INCI não possui idioma específico, seus nomes são baseados nos nomes científicos – como no caso dos ingredientes naturais – em latim, e inglês.

 

 

Produtos naturais

Quando há ingredientes naturais na composição, usa-se o nome da espécie da planta original,  mencionado em latim, bem como a parte da planta de onde o ingrediente é retirado. Por exemplo:

Espécie: Rosmarinus Officinalis (Alecrim)
Parte de onde foi extraído: Leaf (folha)
Produto final: Oil (Óleo)

 

Produtos potencialmente alergênicos

 

 

As fragrâncias são os componentes responsáveis mais frequentes, pela maioria das dermatites de contato nos cosméticos. Os alergênicos mais frequentes são: Geraniol, Hexyl Cinnamal, Citronelal, álcool Cinamic Alcohol, Linalol, Limonene.

É importante verificar a procedência dos ingredientes contidos nos cosméticos, principalmente quando o produto for muito barato. Lembre-se que será aplicado diretamente em sua pele, o maior órgão do nosso organismo, que é uma das “portas de entrada” de alimento para o nosso corpo. Importante! Pesquise sempre sobre os valores, e história da empresa que produz aquele cosmético que é o seu queridinho. Fuja sempre dos sulfatos e dos petrolatos. O seu corpo e sua pele agradecem!

 

Comentários
  • Marta Ferreira

    Eu leio tudo!!! Nem sempre entendo, mas jogo no Google e descubro. Hoje tomo muito cuidado com as empresas, mais que os produtos. Procuro saber a idoneidade, como trata seus colaboradores etc. Pra mim tudo conta!!!
    Parabéns pela iniciativa de falar sobre este tema.
    Bjs
    Marta